Linguagem[+]

domingo, 26 de setembro de 2021

PRIMAVERA

 


Chegou a primavera, colorida,

Pondo em minha alma poesia e flores. 

Potencializou meu coração com amores 

Exacerbados que eu trago na vida. 

 

Com o que eu amo a nobre e querida 

Mulher e amante em graça e louvores,

Fez paixão pura de superiores 

Desejos cárneos, na união vivida.

 

Fez esse amor em flor de primavera:

Da vulva, um gineceu; do membro, antera 

A levar pólen à fecundação.

 

Do gozo e orgasmo, fez suprema e vera

Sensação sublime da espera

De transcende prazer de união. 


32 comentários:

  1. Caro Laerte,
    Que “Vera chegue primando” por olores e cores diversas, para alegrar este Mundo tão monocromático, que foi invadido por este vírus mau em sua natureza... Das queimadas que consomem florestas... E das selvas de pedras, que dia a dia convertem em urbes, até as cidadezinhas do interior.
    Belos versos, meu amigo.
    Abraços rotários e cuide-se!!!

    ResponderExcluir
  2. Ei lá!!!...... ups ups ups...sensualidade quanto baste.
    .
    Um domingo feliz … Cumprimentos
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .

    ResponderExcluir
  3. Um soneto primaveril bem aliado à sensualidade poética.
    Gostei imenso.
    Bom resto de domingo e boa semana, caro Laerte.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  4. Un bello soneto para dar la bienvenida a la primavera en tus latitudes ya que aquí apenas recibimos el otoño.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito do poema!! :))
    -
    Silêncios do tempo...
    -
    Beijos, e um excelente Domingo.

    ResponderExcluir
  6. um poema bem inspirado pela estaçâo que fecunda com promessa de belos frutos!
    é a minha estaçâo preferida
    nos teremos de esperar que antes, o Outono e o Inverno nos brindem com os seus encantos!
    Abraço Laerte

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Bonito poema
    A sensualidade em tempos de primavera.
    Boa noite feliz semana.

    ResponderExcluir
  8. Boa noite, Laerte!
    Um lindo soneto primaveril. A primavera sempre nos inspira e potencializa o amor em nossos corações. Parabéns pelo poema.
    Também fiz um post nessa vibe.
    Bjs Marli - A Dança das Flores

    ResponderExcluir
  9. Hermoso soneto pedagógico de la fecundación y metáfora de la primavera. UN abrazo, poeta Laertes.
    Carlos

    ResponderExcluir
  10. Outono, sempre agradável, em Macau.
    Abraço, boa semana

    ResponderExcluir
  11. Muito bom este poema com palavras de louvor à primavera, às flores e ao amor com sensualidade e paixão. Tenha um primavera feliz.
    Muita saúde.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  12. Lindíssima flor e poesia primaveril! abraços, ótima primvera!chica

    ResponderExcluir
  13. Lindíssimo o poema e flor também amei de 💚💙💛 um 😘🥰linda semana.

    ResponderExcluir
  14. Eita! O tempo está bem 'caliente' por aí, agora livres dos ventos da Patagónia...
    Sucessos e feliz primavera.
    ~~~~

    ResponderExcluir
  15. E a primavera a despertar em nós uma avalanche de sensações poéticas e não só...
    Não encontro as palavras para expressar a minha imensa admiração pelo teu dom para a poesia!
    Muito obrigada, é sempre um prazer ler-te, quer aqui, quer nos comentários que deixas no nosso espaço.
    Um abraço, que a primavera seja promissora!

    ResponderExcluir
  16. E' bello tornare a leggere i tuoi versi Ti lascio un Un abbraccio

    ResponderExcluir
  17. A Primavera, e a sua essência feminina, numa analogia brilhante, neste momento poético de excelência!
    Gostei imenso de ler, Laerte! Deixo um grande abraço, estimando que se encontre de saúde, assim como todos os seus!
    Ana

    ResponderExcluir
  18. Onde eu resido, chegou o Outono.
    :-)
    Cada estação do ano com sua beleza própria e poética

    ResponderExcluir
  19. Excelente poema, meu amigo. Gostei, particularmente, desses interessantes e sugestivos paralelismos prenhes de genésico alcance. Afinal, a coisa em si é a Primavera.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  20. Olá! Boa noite , amigo. Estive por aqui, à procura de novas postagens. Hoje me deparo com um poema belíssimo, estampado com as cores da primavera. Um texto repleto, também, da sensualidade quente de verão. Muito lindo. Parabéns, Laerte! Grande abraço!

    ResponderExcluir
  21. Soneto de excelência. Celebrar assim a Primavera é renovar o espaço da Vida que se partilha a cada período.
    Te felicito, Laerte.

    Abraço
    SOL da Esteva

    ResponderExcluir
  22. Muito bonito, Laerte, saudando a primavera, a estação das cores, dos pássaros, dos amores, sem dúvida a estação mais linda e equilibrada do ano. Maravilha.
    Aplausos, amigo!
    Beijo, abraços, saúde e paz a toda a família!

    ResponderExcluir
  23. Que poema tão bonito, tão equilibrado, tão visual.

    Amei.

    Boa semana, cheia de inspiração.
    Vanessa Casais
    https://primeirolimao.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  24. Olá Laerte!
    Belo poema, para combinar com as belas flores.

    Abraços

    ResponderExcluir
  25. Amigo poeta,
    A primavera nos inspira com a sua exuberância, as suas cores, flores e amores. Achei teu poema sensacional e belíssimo.
    Um abraço!

    ResponderExcluir
  26. Uma ode à vida, sem dúvida. E prazerosa.

    Um abraço :)

    ResponderExcluir
  27. Laerte!
    Que belo poema, saúda a mais bela estação, das flores, dos amores, da inspiração dos poetas.

    Bom fim de semana com muita paz.
    Um abraço

    ResponderExcluir
  28. spring means flowers, and beautiful...

    love your poem

    ResponderExcluir
  29. La primavera en tu soneto como floración, luz y color de vida. Un abrazo. Carlos

    ResponderExcluir
  30. A flor que em si mesma contém a eufórica Primavera austral.
    Gostei muito do poema.

    Beijo

    ResponderExcluir