Linguagem[+]

segunda-feira, 21 de dezembro de 2020

O NATAL EM PANDEMIA?

 


A PANDEMIA E O NATAL 2020 

Vivemos um ano atípico e sui generis em que a quarentena nos fez escravos do lar, sedentários e comilões, mas arejou nossas cabeças, dada a mente transitar por caminhos antes não trilhados, deixando o espírito mais receptivo ao bem, diante da constatação de nossa enorme pequenez. Sim, creio que o humano ser melhorou em muitos aspectos, porém exacerbou os seus sete pecados capitais: gula, avareza (compulsoriamente), inveja (do passado), ira (irritação com os familiares amados), soberba ou vaidade, luxúria e preguiça. Lawrence George Durrell, autor da tetralogia Quarteto de Alexandria, dizia que o homem é uma vaidade sobre um par de pernas. Nunca tive noção exata dessa assertiva, só podendo constatar durante esta prolongada quarentena junto a alguns queridos amigos e conhecidos, nos momentos em que até se presenciava alguns cultos ao ego. Seria a síndrome do apagão individual quarentenário que reprime o ser para a explosão do ego na necessidade de aparecer a qualquer custo ou pretexto? E à sombra da estatura desse ser ante os percalços causados pela pandemia, não perdoando o destino, ele blasfema maldizendo a sorte, sob todos os aspectos, pelos estorvos a tolher-lhe às festividades de final do ano?... Sempre se ouviu a humanidade reclamar por falta de tempo. E Agora?... Em casa... No máximo em “Home Oficce”? O que dizer? O tempo de “Chronos” poderá passar ao largo, aquele que às vezes nos oprime com seu peso de “velocidade inercial”, mas o tempo de “Kairós”, a representar gozos, regozijo e sonho, é precioso... Considerando que a pandemia matou muita gente e continua matando, em situações dramáticas e lamentáveis, é muito entristecedor, esse tempo, porém jamais me deixei levar por devaneios histéricos. Assim, meu Natal será Natal como sempre foi - em casa com a família, apenas.

Natal triste, em pandemia?

Não! Porque o Natal é luz. 

Sinto o Menino Jesus 

Mais próximo a mim, diria.

 

E vejo a Virgem Maria 

Na minha sala, onde a pus 

No presépio a fazer jus 

À estrela que a alumia,

 

Mais minha mãe; O Menino,

Mais fraterno! Por divino

Sinto-me, na quarentena 

 

Com a Família Sagrada.

Dentro do ser há em cada

Um, o ser de amor nessa cena!

 

UM PRESENTE CELESTIAL 

Neste ano, especialmente,

Deus nos oferta ao Natal 

Fenômeno celestial 

Como um divino presente 

 

De um alinhamento aparente: 

 Saturno e Júpiter em astral 

Conjugação natural 

Formam, ao céu, um só ente

 

E pode-se ver ele bem

Como a Estrela de Belém

Que guiou os três reis magos.

 

É um mimo feito de luz 

Com o qual o Menino Jesus

Faz, ora em nós, seus afagos!

 

NATAL 

Quando é dezembro, o calor 

Traz a cigarra e o seu canto 

De encantamento ou encanto,

Como se uma festa de amor! 

 

Na atmosfera há um torpor 

Na luz parecendo um manto 

De brilho e paz. Entretanto, 

Há uma profusão de labor.

 

Labor festivo, também! 

É um advento, o qual tem

Grande esplendor, que ao final 

 

Ilumina a alma e vem 

Do Altíssimo – do além

Anunciando o Natal!

63 comentários:

  1. Bom dia Laerte
    Para quem o natal sempre foi celebrado pautado na fé e na oração não haverá pandemia que o modifique e entristeça
    Mas aqueles que fazem do natal uma grande festividade cheia de pompa e comilança. Porém o principal é esquecido que é o aniversário do Deus Menino
    Desejo a você e sua família um Natal cheio de bênçãos e alegrias. Feliz Natal! Desejo um feliz Natal e um próspero Ano Novo, que Deus proporcione muito amor, saúde, paz e felicidades.
    Beijinhos poéticos

    ResponderExcluir
  2. Publicação maravilhosa de ler. Li e reli totalmente extasiado. Poemas simples mas sublimes na intenção e mensagem de amor
    .
    Votos de um Natal muito feliz, recheado de amor, saúde, e união de sentimentos

    FELIZ NATAL

    ResponderExcluir
  3. Meu caro Laerte,
    Primeiramente parabenizo o amigo, por mais esta postagem feita com devotamento.
    Quanto ao ano atípico, à “COVID-19”, desde o começo trouxe susto, medo e o silêncio das ruas vazias. Trouxe também (só no começo) a empatia das pessoas. Passamos pela fase do “lockdown”, com muita gente tendo de trabalhar em casa (“home office”), devido ao período de quarentena (que ainda estamos nele), apesar de muitos acharem que tudo está divino e maravilhoso... Mas, como dizia “Belchior o cantor e não um dos Reis Magos”):

    ♫...Mas não se preocupe meu amigo com os horrores que eu lhe digo ♪
    Isso é somente uma canção ♪ A vida, a vida realmente é diferente ♪
    Quer dizer, ao vivo é muito pior!... ♪ Mas sei que nada é divino, nada, nada é maravilhoso ♪ Nada, nada é secreto, nada, nada é misterioso, não...♫

    Ou seja, o cifrão, falou à média que o capitalismo manda, sem perceber aquilo que estava ao redor, deixando em segundo plano os verdadeiros cuidados com a saúde da população, no meio de uma pandemia que colocou o Mundo todo de joelhos.
    Dias melhores virão?! Está é uma pergunta ou uma afirmação?! Pois, o que nos pedem no momento, é que tenhamos fé nos laboratórios farmacêuticos. Mas, fé devemos ter em nossas crenças religiosas (seja qual for nossa fé) e não, em pesquisas farmacêuticas, que devam ser 100% científicas.
    Vamos tentar não nos deixar levar por devaneios histéricos e sim nos manter nos relatos históricos.
    Um abraço e um Santo Natal para ti e para os teus!!!

    ResponderExcluir
  4. 🌟

    É completamente impossível o horror da pandemia não se refletir na Festa de Natal que cada um transporta no peito...

    Os meus sentimentos e votos encontram-se nos meus 'blogs' para os quais está convidado a participar...

    Um 'post' poético dedicado ao Natal, que muito apreciei.
    Bom Natal para si e todos os seus amados. 🎄🏠🌈
    Abraço de boa amizade e empatia.
    ~~~~

    ResponderExcluir
  5. Apreciado Laerte, una tradición que desde niños se nos mudó al alma, es imposible de echar en el olvido, o vivirla con pena. Como en los poemas alborozados de este post, debemos abrirnos a ella desde alma, corazón y vida. Un abrazo. Carlos

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Laerte,
    Muito bem escrito esse seu texto
    e realmente nos traduz
    em palavras e sentimentos.
    Penso como você: Meu natal será Natal
    como sempre.
    Desejo que como eu você esteja
    em paz consigo e com o próximo.
    Bjins de Natal.
    CatiahoAlc.
    dos Blogs
    https://reflexosespelhandoespalhandoamigos.blogspot.com/
    https://frasesemreflexos.blogspot.com/
    https://delasdelesouviceversa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Não obstante seu texto, que contém verdades, a magia do Natal ficou presente em seus lindos poemas. O medo, as inseguranças, todas nossas fragilidades, não são capazes de afastar de nossos corações a alegria diante da chegada do Deus Menino. Eu lhe desejo um Feliz Natal, vivido em seu real espírito, ao lado dos que lhe são queridos. Abraço.

    ResponderExcluir
  9. Si que serán unas navidades diferentes las que celebremos este año en las que tenemos que guardar unas medidas que las autoridades sanitarias nos recomiendan.

    Saludos.

    ResponderExcluir
  10. Este será certamente um Natal diferente, mas desde que queiramos, a sua luz e magia estará sempre presente nas nossas casas e nas nossa vidas.
    Dentro do possível, com segurança e em paz, desejo um Feliz Natal e um Excelente Ano Novo.
    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  11. Um Natal para nunca mais esquecer. Adorei ler!:))
    .
    Gostaria de vos desejar um feliz Natal pessoalmente. Não o podendo fazer, resta-me desejar-vos muita saúde. Um Natal tranquilo sem sobressaltos...extensivo aos vossos familiares e amigos. Que todos tenhamos a noção de que o perigo nos prossegue e espreita em cada esquina. Voltarei dia 27.

    .
    É OUTRA VEZ NATAL...
    .
    Beijo. Uma excelente semana, e Boas Festas.

    ResponderExcluir
  12. Ola Silo lirico, que tal!
    sim, Natal e luz, Maria e Jesus!!
    Abraco grande

    ResponderExcluir
  13. Hola mi amigo, es muy bello
    lo que escribes, quería desearte
    con carino que tengas unas lindas
    Fiestas Navideñas, con la familia.

    Besitos dulces

    Siby

    ResponderExcluir
  14. ❤️Natal, é amor em ação. Toda vez que nós amamos, toda vez que nós doamos, é Natal❤️

    Bom dia de semana natalina, amigo Silo!
    Hoje venho especialmente para lhe desejar um Feliz Natal como puder passar, amiga.
    É tempo de simplicidade e alegria.
    Muito obrigada por tudo neste ano.
    Deus nos enche de motivos de gratidão diariamente.
    Natal uma Pandemia, independente, é luz porque o Menino Deus é Luz que nunca se extingue.
    Que os pecados capitais sejam afastados de nós para nossa qualidade de vida!
    Seja muito feliz e abençoado!
    Abraços fraternos e natalino

    ResponderExcluir
  15. Que seja Natal, dentro dos nossos corações. Gostei dos seus poemas com luz e sentido fraterno. Gostei do seu texto, mas não tenho a certeza de que as pessoas tenham ficado melhores com a pandemia.
    Um Natal com conforto e amor. Um ano de 2021 com paz e muita saúde.
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  16. Olá, amigo Laerte
    Desejo-lhe um Feliz Natal e um Ano Novo de saúde, paz e bem-estar, com um abraço.

    ResponderExcluir
  17. Amigo Laerte,
    São nos momentos trágicos que o melhor e o pior do ser humano se revela.
    Muitas verdades estão contidas na sua introdução, mas o final, com três poemas tão inspiradores e cheios de amor e fé, devolveu-nos a esperança.
    Um beijinho e Festas Felizes !

    ResponderExcluir
  18. Votos de Feliz Natal.
    Que o possamos viver em paz, não esquecendo aqueles que tanto sofrem.
    Grande abraço

    ResponderExcluir
  19. Riquíssima postagem.
    Desejo um Santo e Feliz Natal com saúde paz e amor,extensivo a rodos que mais gosta, um excelente 2021 com esperança.
    Um afetuoso abraço

    ResponderExcluir
  20. Não esperávamos a pandemia que tem ceifado muitas vidas, mas esperamos que o futuro nos reserve, ainda, tempo de recuperar o equilíbrio económico e social.
    Excelente publicação reflexiva e poética.

    Feliz Natal, amigo Laerte.

    Forte abraço.

    ResponderExcluir
  21. Pandemia, não sabemos quando nos livra-mos dela. Vamos protegermo-nos dentro do possível para que não seja-mos apanhados. Adorei o poema alusivo ao Natal. Bom Natal e um Ano 2021 cheio de surpresas boas para todos nós. Tenho esperança.

    ResponderExcluir
  22. Amigo Laerte,
    Desejo que passe um Natal muito feliz, repleto de saúde e paz!
    Abraço

    "Natal é o abraço apertado
    Que, sem ser pedido, é dado
    E aquece até o mais frio coração
    Natal é amar sem contrapartida
    É perdoar, porque é o ciclo da vida
    Natal é saber repartir o pão"

    ResponderExcluir
  23. Mais uma vez , o amigo Laerte, aparece a brindar-nos com o talento da sua prosa e da sua poesia.
    Parabéns!
    Feliz Natal.
    Juvenal Nunes

    ResponderExcluir
  24. Muito boa homenagem ao Natal mesmo em tempo de pandemia
    Um grande abraço
    Feliz Natal cheio de saúde

    ResponderExcluir
  25. Belíssimos texto e poesias! Gostei muito de os apreciar!

    Que tenha um Feliz e Santo Natal, com saúde, vivido com serenidade e alegria!

    E uma Novo Ano que venha carregado de nova Esperança, com o vislusbre do fim da pandemia.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  26. Olá, querido amigo Laerte, mas báh, como diz o gaúcho, que belo poema! Gostei muito do texto, também.
    Essa pandemia tirou muita gente do equilíbrio, têm aqueles que precisam estar na rua, em aglomerações... infectam-se e passam para os pais e avós. E continuam!
    Com tudo, nosso Natal ficará prejudicado, não tem outra maneira do que aceitá-lo, modificando a maneira como festejar, e não haverá problemas para muitos em dançar conforme a música.

    Mas os votos para os queridos amigos continuam: um Feliz Natal e um Ano Novo com muita saúde, paz e esperança pra você e sua linda família.
    Tudo passa, amigo, e creio que as coisas vão começar a melhorar com a vacina.
    Abraços e beijos a todos!

    ResponderExcluir
  27. O que dizer...Maravilhosa publicação...Meu Natal será o iluminado Natal de sempre,de alegria pelo nascimento de Cristo,luz no meu caminho...Mesmo que muitos entes amados já não estejam mais entre nós,seja por que motivo for...Temos muitas bençãos para agradecer e proteção para pedir a Ele, em oração...Adorei tudo o que li aqui,um verdadeiro presente!Feliz Natal!

    ResponderExcluir
  28. Bonitos poemas


    Sei que este ano não foi fácil para ninguém, apesar disso desejo-lhe que o seu Natal seja festejado com Amor, Saúde e Paz.
    Abraço e saúde

    ResponderExcluir
  29. Desejo uma excelente NOITE DE CONSOADA,

    a si à sua família,

    em PAZ e HARMONIA,

    repleta de FELICIDADES!

    ResponderExcluir
  30. Prosa e poesia em perfeita sintonia e beleza.
    Laete, venho desejar-lhe um Santo e Feliz Natal e um Novo Ano pleno de paz, felicidade, amor e saúde.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  31. Pois é, amigo Laerte, a menção que fizeste a Lawrence Durrell fez-me lembrar do dia em que recebi a visita, em Porto Alegre, do nosso amigo comum do escritor Roberto Gomes, ocasião na qual dei-lhe de presente os quatro livros de Durrell, qual seja, "O Quarteto de Alexandria", obra magistral.
    Tens razão, Laerte, esse tempo de pandemia veio mesmo para mudar a vida de muitas pessoas, para o bem e para o mal, sem nisso incluir as vítimas do vírus que faleceram, ou as que lutam, depois da doença, com as sequelas deixadas pelo covid 19. De qualquer forma, desejo a ti, tua esposa e filho, o grande Arthur, um Natal com harmonia, paz e harmonia, e um Ano Novo repleto de esperanças.
    Grande abraço, meu caro amigo Laerte.

    ResponderExcluir
  32. ☆⠀ ⠀ ☆
    ⠀⠀ ⠀ ⠀ ☆
    ☆ Merry Christmas ☆

    ResponderExcluir
  33. Bom dia Laerte,
    Prova e poesia lindamente construídas, gostei muito da leitura, me levou a uma boa reflexão.
    Essa pandemia veio pra nós dá uma lição de igualdade. Se alguém vai aprender alguma coisa, depois que tudo isso passar, difícil saber...
    Feliz Natal e um Ano Novo de muita paz e alegria pra ti.
    Abração!

    ResponderExcluir
  34. Post de Natal muito bonito, meu amigo. Desejo um feliz Natal.

    ResponderExcluir
  35. O homem é uma vontade sobre pernas
    Fixei esta parte.
    Gostei do sentido do texto, de natal
    Bom natal

    ResponderExcluir
  36. Belíssimos poemas de Natal!
    Desejo-lhe continuação de santo e Feliz Natal, extensivo a sua Família.
    Muito obrigada pelos seus votos.
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderExcluir
  37. Olá Laerte, maravilhosas reflexões que inspiraram esses belos poemas
    celebrando o Natal:)

    É Natal
    cantam os anjos fala o divino
    palhas doiradas, Maria e José
    menino coberto por linho fino
    louvemos a Jesus de Nazaré!

    abraço
    continuação de Boas Festas
    Angela

    ResponderExcluir
  38. Saudades de ler-te! Três poemas todos os três tão ternos e tão belos, finalmente agora voltei a ter o computador, então devagar vou voltando, sinto falta deste convívio com pessoas sensíveis que ainda como eu teimam em suspirar e se emocionar! O natal já foi, mas o Novo Ano está chegando, que o seu seja muito feliz! Abraço!

    ResponderExcluir
  39. Boa tarde, Laerte

    Natal saudado e homenageado aqui nos seus três poemas, com ternura
    e devoção.
    Que o Ano Novo nos traga esperança mas também mais humanidade
    com solidariedade.

    Grande Abraço.
    Olinda

    ResponderExcluir
  40. Por aqui foi em tudo normal.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderExcluir
  41. Distinguir o Natal tão nobremente com o hás feito, é um merecimento das grandes Datas. Texto magnífico, ilustrado com três belos Poemas é Obra que toca o Coração.
    Que ele, o Natal, te haja sido favorável e muito Feliz.
    Te auguro um igual Espírito para o Ano que se avizinha a passos largos.

    Abraço
    SOL

    ResponderExcluir

  42. Olá, boa noite!

    Que este ano de 2021, seja próspero, desconfinado e sereno!


    Saudações minhas!

    ResponderExcluir
  43. Com certeza, nos aproximamos mais de Deus quando o tempo é difícil. Somente no solo Dele encontramos alento.
    Desejamos um novo ano muito melhor, cheio de esperanças!

    ResponderExcluir
  44. Em quarentena há tempo de mais, o tempo sobra mesmo...
    Excelentes poemas, qual deles o melhor.
    FELIZ ANO NOVO
    Confina-te mas não te feches, infeta os outros de esperança e promove o contágio da paz, da fraternidade e da justiça social.
    Abraço.

    ResponderExcluir


  45. ESTIMADO LAERTE.

    UM BOM E FELIZ ANO NOVO, PARA SI E SEUS AMADOS.

    ABRAÇO DE BOA AMIZADE. 🍀🎈🎈🌿✌✌✌🍀🍀

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. AMIGO, AGRADEÇO A ESPIRITUOSA RETRIBUIÇÃO

      E VIVA A POESIA, SEMPRE! 🌲🌴🏠😊

      SAÚDE E QUE TUDO SUCEDA A SEU GOSTO.
      ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

      Excluir
  46. Oh! Laerte como fiquei tão contente com a sua prosa e poesia que aqui nos ofereceu. Assim eu tivesse um grama desse seu génio para lhe poder agradecer. Fica somente o meu muito , muito obrigada e então mil gramas de desejo de um muito bom Ano de 2021 para si e todos os seus.

    ResponderExcluir
  47. Boa tarde, caro Laerte, sua prosa e a poesia em seus poemas, nos levam a analisar profundamente o comportamento de muitas pessoas,que maldizem por estarem em casa, devido à pandemia, reclamam por ter que cuidar dos filhos, que antes eram atendidos por professores, maldizem por terem uma casa e precisam limpar, porém não agradecem por possuir um teto, filhos sadios, esposa/marido, a violência até faz morada junto a muitas famílias.E,há os que não conseguem permanecer em casa,e saem sem os cuidados, ainda afrontando outras pessoas com seu mau caráter.Quanto ao Natal, concordo com seu poema, pois aqui em casa, o Natal foi como sempre, em família, festejando o aniversário de Jesus e tudo foi bom. Desejo a você e sua amada família um Ano Novo repleto de saúde e paz. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  48. Com esta quarentena forçada, fomos todos aprendendo a apreciar mais cada momento... e o seu valor... e a fragilidade das nossas convicções, perante situações que nos ultrapassam... e a reaprendermo-nos perante novas realidades...
    Estimo que tenha passado apesar de tudo um Natal, bem agradável, com saúde, na companhia dos seus, Laerte!
    Que 2021 se revele incomparavelmente melhor, em todos os sentidos, e que gradualmente nos conduza a uma maior normalidade!
    Adorei as suas inspiradoras palavras, Laerte, que tão bem nos transmitiram a essência do Natal!
    Um grande abraço! Continuação de Festas Felizes, com saúde, para si e todos os seus!
    Ana

    ResponderExcluir
  49. Olá Laerte, parabéns pelos lindos poemas.
    Realmente o Menino Jesus é luz que nos traz uma tremenda alegria.
    Feliz Natal atrasado e um 2021 de muita paz.
    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  50. Olá, amigo Laerte!

    Como sempre textos interessantes e que me dão gosto ler.
    O mundo mudou ou estarei exagerando? Confinados, vendo ao longe pela janela, máscara, desinfetante, abraços e beijos pensados, mas não dados, enfim, a Humanidade foi obrigada a tomar novo rumo e é se quiser continuar vivendo.
    Não sei se o ser humano mudou para melhor, não sei. Tenho minhas dúvidas nesse aspeto, mas os pecados capitais, alguns deles aumentaram, como você tão bem escreveu.

    Seus poemas são lindos e exprimem o que lhe vai no coração.

    Beijos e BOM ANO NOVO COM SAÚDE.

    ResponderExcluir
  51. No início deste dia venho te pedir paz saúde sabedoria força humildade Cristo Luz ��da Luz�� iluminai ��este meu dia�� amém ❤



    ResponderExcluir
  52. O seu excelente texto levanta algumas interrogações. Será que ficamos melhores ou piores com a pandemia?
    Gostei imenso dos seus poema, magníficos.
    Bom fim de semana, caro Laerte.
    E um 2021 com tudo de bom para você e para os seus familiares.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  53. Obrigado por acordar mais esse dia, Sr dos milagres nós ensine amar e ajudar os nossos irmãos.
    Peço pela minha saúde.

    8

    ResponderExcluir
  54. Passei para ver as novidades.
    Mas gostei de reler os seus magníficos poemas.
    Continuação de boa semana, caro Laerte.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  55. Amigo
    Adorei o seu texto e todas as considerações que tece. Infelizmenyte,pelo menos por cá, na Pátria Lusitana, a quarentena continua, a começar hoje à maia noite. E continuaremos cheios de saudades daquele tempo em que podíamos conviver sem qualquer problema.
    Muitos parabéns pelos seus belos poemas. A sua sensibilidade e a sua sabedoria continuam em alta. Viu a «estrela de Belém» com que a Natureza nos brindou? Mereceu um magnífico poema seu, este fenómeno que, tão cedo, não tornaremos a ver.
    Feliz 2021, com muita saúde e Paz.
    Um abraço
    Beatriz

    ResponderExcluir
  56. Amigo Laerte
    Gostaria de corrigir as palavras Infelizmente e meia, respectivamente nas 1ª e 2ª linhas.
    Obrigada.
    Beatriz

    ResponderExcluir
  57. A Pandemia veio para ficar e...matar. Gostei muito desta sua publicação. Elogio a inspiração e criatividade poética.
    .
    Pensamentos e Devaneios Poéticos
    .
    Abraço

    ResponderExcluir
  58. Caro amigo Laerte,
    O ano de 2020 foi atípico em vários sentidos e tivemos que reaprender a vivermos isolados, cada um na sua casa e evitando ao máximo o contato social e os abraços e beijos tão corriqueiros em nosso país. Ficaram muitas reflexões e aprendizados, não acredito em mudança nas pessoas, mas espero que a vacina traga um pouco de esperança em 2021.
    Achei os poemas maravilhosos, meus parabéns!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  59. Hola Siro!!
    Me ha gustado mucho la reflexión sobre este tiempo de pandemia y los 7 pecados capitales a los que parece adherimos "mas de la cuenta".
    Creo que lo que hacemos con nuestro valioso tiempo depende de nosotros, que es muy valioso tener el tiempo de estar en casa y disfrutar de la familia,y todo lo que tenemos en nuestro entorno, desde lo cotidiano, las buenas lecturas, una buena pelicula, la charla con nuestros afectos, una linda mesa servida y compartida, nuestro jardin..
    Me gusta también el valor que le das a la Navidad, que es el que verdaderamente tiene, u sentido puramente religioso en donde celebramos el nacimiento de Jesus, por lo tanto nada puede hacer que dejemos de celebrar el mayor de los acontecimientos. tu poesia habla de ese sentimiento tan puro y lleno de amor que derrochas y regalas a quienes tenemos el placer de llegar a tu espacio de letras. Fuerte abrazo! Feliz 2021 en familia con esperanza, salud, alegría, prosperidad.

    ResponderExcluir
  60. Olá! vim fazer uma visitinha... adorei o seu blog. Venha conhecer o meu também: https://mundomagicodalisa.blogspot.com/
    Já estou seguindo você! um grande abraço e uma excelente tarde. Lisa.

    ResponderExcluir