Linguagem[+]

sábado, 8 de outubro de 2016

RODRIGO DE HARO - O ARTISTA MULTIFACETADO

Conforme postado ontem, fomos à vernissage do ilustre pintor e poeta, homenageado com glorificação, dada à quantidade de autoridades e amigos que acorreram ao apelo dos mecenas, pródigos em música, cenas teatrais, distribuição de catálogo luxuoso com todas as obras expostas, além da cobertura de mídias diversas. A exposição está divina com quadros maravilhosos, cada um mais belo que o outro, de cores e formas impressionantes. Há dois temas singulares que formam duas coleções sui generis - os arquétipos do tarô nórdico e os signos do zodíaco. Além desses e outra diversidade de figuras, as flores são de uma tônica vibrante em cores e forma. Foi magnífica a merecida homenagem ao artista. E aqui, posto a minha contribuição.


RODRIGO, MIRANDO SUA OBRA FRENTE AO CAVALETE E PALETA


Ontem foi dia de glória
Do meu amigo de Haro,
O nosso artista preclaro
Que ficará na história
Feita a figura notória
Da arte catarinense.
Talvez, um deus que pertence
À Ilha, como elemento
Público a tomar assento
No panteão desterrense.

Além de grande pintor,
É ilustre literato
E expoente no trato
De qualquer arte em vigor
Sendo dela, um vetor
À história do seu povo,
Transformando o velho em novo
E sempre fazendo história
Quer por trabalho ou memória 
De sua arte e labor.

Rodrigo contempla a Ilha
Com vários tipos de arte
E a sua história faz parte
Do belo, da maravilha,
Por caminhos que ele trilha
Com tanta desenvoltura.
É augusta criatura
Digna de glórias e hino.
Ele é francês por destino,
Mas brasileiro por cura. 

Ontem foi a apoteose
Ou a glorificação
Desse ilustre cidadão
Que transfere por osmose
Aos seus pares grande dose
De otimismo e amor
À Ilha, como pintor
E como o grande poeta.
Dos estetas, é o esteta
De nível superior.

Aqui deixo esta homenagem
A Rodrigo e à sua arte
Que já pertence ou faz parte
Da Ilha e de sua imagem
Além fronteira, à viagem
De abrangência universal.
Rodrigo é um imortal
Das letras e da pintura.
Então, salve a criatura
Como o artista genial.

8 comentários:

  1. Oi Daniela, que bom saber que meus textos estão sendo lidos e teres gostado. Minha gratidão e abraço fraterno. Laerte (Silo).

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Laerte! Rodrigo merece toda a manifestação de carinho e afeto, tanto pela pessoa maravilhosa que é, quanto pela sua genialidade nos trabalhos que cria. Um orgulho para o nosso estado, como artista multifacetado, reconhecido internacionalmente.
    bjs!

    ResponderExcluir
  3. Uma bela tradução e olhar sobre a obra do Rodrigo ao alcance do mundo.Pela descrição e entusiasmo pode-se imaginar a beleza dos trabalhos do artista.
    Bela e justa homenagem Laerte.
    Meu terno abraço.

    ResponderExcluir
  4. Grato amigo Toninho. Procure encontrá-lo na Web - ele é maravilhoso. Meu abraço fraterno. Laerte.

    ResponderExcluir
  5. Laerte, deixo aqui um link do meu outro blog "Das Artes" no qual fiz uma matéria sobre Martinho de Haro no dia 7 de setembro de 2015. No ano passado.
    O quadro da abertura é nosso!

    https://taislc.blogspot.com.br/2015/09/rodrigo-de-haro.html

    Grande artista, grande poeta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tais, muito obrigado! Eu já conhecia a matéria que o Pedro há algum tempo, logo que viu meu livro com ilustração e capa do Rodrigo, passou-me o endereço de teu blog. Achei divina a matéria e lembro ter gostado demais do acervo de vocês também, onde aparecia além de quadro desse fabuloso artista, umas peças sacras maravilhosas. Grande Abraço. Laerte.

      Excluir
    2. Tais, muito obrigado! Eu já conhecia a matéria que o Pedro há algum tempo, logo que viu meu livro com ilustração e capa do Rodrigo, passou-me o endereço de teu blog. Achei divina a matéria e lembro ter gostado demais do acervo de vocês também, onde aparecia além de quadro desse fabuloso artista, umas peças sacras maravilhosas. Grande Abraço. Laerte.

      Excluir