Linguagem[+]

segunda-feira, 5 de setembro de 2016

"A VIDA É UMA LONGA LIÇÃO DE HUMANIDADE"


        Fim de semana estive em Armação, Penha, minha terra natal, para comemorarmos o aniversário do meu irmão mais velho, Antônio Tavares Neto, aos oitenta anos. Éramos em seis e nós dois somos os sobreviventes. Nos regozijamos e trocamos impressões sobre o mistério da existência ao que ele recitou poema que sabia de cor, um tanto nostálgico ao referir-se que ao tempo de rapaz, as esperanças vão conosco à frente e as lembranças vão ficando atrás; Mas quando velho terminam as esperanças e as lembranças são patrimônios nostálgicos. Contrapus-me argumentando que segundo Omar Ibrain El Khayyãm, pensador persa que reformou o calendário muçulmano, o momento presente é o único bem verdadeiro, pois o passado é um cadáver sepultado e o futuro incerto, podendo vir cheio de alegrias ou repleto de tristeza e decepção. No momento presente, tendo-se em mãos uma taça de vinho, ao lado de um bosque florido, entre rosas, em companhia de uma rapariga de cílios alongados e olhos negros, nenhum sultão é mais feliz do que a gente e nenhum mendigo com maior tristeza, porque a felicidade nos deixa tristes. Por isso o importante é degustar o vinho, pois a breve embriagues nos dará a sensação de uma eternidade. Comentei que eu também havia composto um pequeno poema que referia-se à vida como sendo o bem verdadeiro, o momento presente – o aqui e o agora, e aqui o posto:

A ESPERANÇA É O MOMENTO PRESENTE      
                            Ator: Laerte Tavares



Quando criança, temos esperança,
Vendo o passado que é apenas passivo.
E quando velhos se sente estar vivo
Vendo o passado que a mente nos lança.

Quer como adulto, quer como criança,
Para vivermos, o grande motivo
É o amor à vida, que estamos cativo
Quer pelo sonho ou pela lembrança.

Assim, a vida é uma balança
De fulcro móvel que contrabalança
Por contrapeso, o futuro e o passado.

Porém a vida é o hoje, a confiança
Do aqui e agora, que nunca nos cansa:
É uma dança – um lindo bailado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário